A FPW põe na roda a Moda na Escola São Paulo e Arte no Matilha

Redação Kultafro,

A Feira Preta Week, nesta 12ª  edição, contextualiza o tema Territórios Urbanos como ação e representação  de conteúdos não só para as comunidades afro-brasileiras como também   para todos que vivem na cidade. Novos territórios  parceiros foram incorporados ao projeto como a Escola São Paulo de Economia Criativa. Lá, na noite de 10 12 foi apresentado no seminário das boas praticas , uma roda de conversa sobre o tema “Processos Criativos e Composições Estéticas da Moda Afro”.

Participaram como convidados e palestrantes Alberto Hiar, da Cavalera, Isabella Prata representada pela Sofia (Escola São Paulo de Economia Criativa), Cris Oliveira (Cia das Tranças), Jun Alcântara (Ubora), Jaergenton Correa (Hagadimae) Ana Paula (Xongani), Helder Dias (HDA Model) e a estilista  Marisa Moura. A mediação ficou por conta de José Nabor (Editor Revista O Menelick 2º Ato), que deu o devido tom na condução dos trabalhos. Cabe o registro das presenças da Maria Estela Correa do Consulado Geral dos EUA e da McGhee Osse e Luana Martins da  Agência Burrell Communications  (Chicago), o maior Birô de comunicações e publicidade afro-americanos.

Curadoria Luiz Paulo Lima

 

No Matilha Cultural, espaço independente no centro da Cidade de São Paulo, na mesma noite foi lançado a Exposição” Efun” , do artista plastico Alexandre Keto. Muitos jovens de todas as idades compareceram para apreciar as obras que tiveram como base tecidos fabricados no oeste africano, utilizado nas tradicionais roupas africanas. O material foi trabalhado com spray, giz, pastel e tinta acrílica, retratando rostos e símbolos dessa rica cultura. Complementando o ambiente do lançamento, teve a performances dos Dj’s Pow, Vivian Marques e pocket show com Rincon Sapienza e Sasquat.

 

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *