Museu Afro Brasil, vagas para educadores

Por Geledés

O Museu Afro Brasil criado a partir da coleção particular de Emanoel Araújo, nasceu por sua iniciativa. Ao longo de duas décadas, Emanoel Araujo realizou uma série de pesquisas, publicações e exposições relacionadas à herança histórica, cultural e artística do negro no Brasil.

acervo-museu-afro-brasil-fotografia-de-nelson-kon-15

Sobre a vaga

Buscamos 2 profissionais para exercem a função de EDUCADOR.

Exigências

Escolaridade Mínima: Ensino Superior Graduação em Ates, pedagogia, Ciências Sociais, Antropologia, História e Filosofia.

Horário de Trabalho

De 3ª: 6:30 h e de 4ª a 6ª feira, 4 horas por dia.

Finais de semana: Alternados, conforme escala.

Benefícios

Planos de Saúde e Odontológico, Vales: Refeição, Alimentação e Transporte.

OBS.: Comunicamos que, em virtude de problemas técnicos ocorridos em nossos sistemas de e-mails, os Curriculuns Vitae enviados para a vaga de EDUCADOR devem ser reencaminhados para o endereço eletrônico: curriculo@museuafrobrasil.com.br

Principais Atribuições/Responsabilidades do Cargo

• Atender diferentes públicos, agendados ou espontâneos (indivíduo ou grupo), e mediar visitas ao Museu Afro Brasil.

• Organizar, junto aos membros do Núcleo de Educação, estratégias de atendimento adequadas às diretrizes do Núcleo e às demandas dos visitantes;

• Atender visitantes específicos (pesquisadores, jornalistas, personalidades, políticos, investidores, público especial).

• Realizar pesquisas, leituras e cursos de capacitação, conforme demanda da coordenação para aprimorar o repertório/conteúdo e subsidiar produção de conhecimento educativo.

• Realizar pesquisas e elaborar relatório conforme orientação do Núcleo de Documentação e Pesquisa.

• Orientar, elaborar e desenvolver cursos e treinamento, na sua área de formação para os demais funcionários doMuseu Afro Brasil, educadores e visitantes.

• Emitir relatório após a realização das visitas (agendadas ou não).

• Contribuir na elaboração de projetos e materiais educativos;

• Reunir-se com a coordenação do Núcleo de Educação e do Núcleo de Documentação e Pesquisa para discutir e realizar projetos e ações sempre que demandado.

• Manter seu superior imediato informado sobre suas atividades e realizações.

• Elaborar relatórios mensais sobre as atividades desenvolvidas.

• Participar dos cursos seminários, encontros e atividades de capacitação organizadas pelo Museu Afro Brasil;

• Orientar na temática das exposições, as visitas agendadas e espontâneas, desenvolvendo uma mediação entre o público visitante e as exposições de longa duração e temporárias do Museu Afro Brasil, levando em conta as diferentes faixas de idade a serem atendidas;

• Observar e registrar nos instrumentos adequados, indicados pela Coordenação do Núcleo de Educação, as atitudes do público visitante espontâneo, em relação às obras e ao espaço expositivo;

• Integrar a equipe do Museu Afro Brasil e agir de forma cooperativa com as demais equipes da instituição, por meio de interações interdisciplinares;

• Estabelecer contato com as instituições de ensino referente visitas de escolares e públicos especiais do Museu Afro Brasil, quando solicitado pela Coordenação do Núcleo de Educação;

• Realizar, sempre que solicitado pela coordenação, estudos acerca das exposições do Museu, e organizar um relato destes estudos.

• Contribuir com a sua participação para a formação da equipe de Educadores;

• Registrar as observações e sugestões que o público encaminhou, em instrumento adequado, indicado pela Coordenação do Núcleo de Educação;

• Participar dos programas de avaliação de público ou de atividades empreendidos pelo Museu Afro Brasil, bem como desenvolver pesquisas, quando solicitado;

• Participar das reuniões semanais de equipe, convocadas pela Coordenação do Núcleo de Educação;

• Colaborar nas discussões acerca dos projetos pedagógicos a serem implementados pelo Núcleo de Educação.

• Dar assistência emergencial aos outros núcleos do Museu Afro Brasil.

 

Fonte: Museu Afro Brasil

Comments: 2

  • Aline Martello julho 09, 2013

    Cara equipe Kultafro,
    não sei se fui a única, mas o e-mail que mandei para curriculo@museuafrobrasil.com.br voltou.

    Existe algum e-mail alternativo para eu me candidatar à vaga?

    Muito obrigada!

    Reply

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *