O Jazz aporta no Brasil, com Esperanza Spalding

Por Redação Kultafro,

A próxima atração internacional – e inédita – da Série TCA 2013 – Ano XVIII será a jovem cantora, compositora e baixista americana Esperanza Spalding com o show Radio Music Society, em apresentação única no dia 9 de junho, domingo, na Sala Principal do Teatro Castro Alves, às 20 horas. Reconhecida por sua capacidade de envolver em uma mesma atmosfera os sons do jazz, o neo-soul, o funk e a world music, com estilo inimitável, agilidade e versatilidade, Esperanza, 28 anos, agrega o seu toque pessoal e presença de espírito à força que possui o denominado jazz fusion. Este ano, o seu 4º álbum de estúdio, Radio Music Society (2012), lhe rendeu dois prêmios Grammy, nas categorias Melhor Álbum de Jazz Vocal e Melhor Arranjo Instrumental, pela faixa City of Roses (em conjunto com Thara Memory).  Em 2011, ela já havia conquistado o Grammy de Artista Revelação.

Nessa turnê brasileira, Esperanza Spalding se apresenta com uma big band formada por 11 músicos e, além de Salvador, ela faz shows no Rio e São Paulo, como uma das atrações do BMW Jazz Festival, o mais importante do gênero no Brasil. A Série TCA é uma realização da Secretaria de Cultura, Fundação Cultural do Estado e Teatro Castro Alves. Os ingressos estão esgotados.

Esperanza Spalding – A artista descobriu cedo a sua vocação. Foi depois de assistir a uma apresentação do violoncelista Yo Yo Ma em um programa de televisão infantil, aos quatro anos de idade, que a americana percebeu o gosto que tinha pela música. Em pouco tempo, teve o seu primeiro contato com o violino, instrumento que praticou até os 15 anos de idade, como integrante da orquestra comunitária The Chamber Music Society of Oregon, em Portland, sua cidade natal. Esperanza trocou o instrumento pelo contrabaixo no momento em que começou a se interessar por novos gêneros como o blues, o funk e o hip hop, entre outros. As portas se abriram para ela quando ingressou na Berklee College of Music, onde se graduou, tornando-se uma das mais jovens alunas a integrar o corpo docente da faculdade, aos 20 anos de idade, em 2005.

Casa Branca e Nobel – Paralelamente à atividade acadêmica, Esperanza teve a oportunidade de se apresentar com grandes nomes do jazz, como Michel Camilo, Patti Austin, Adam Rogers, Donald Harrison e Joe Lovano. Em 2006, ela deu início à carreira solo com o lançamento do álbum Junjo e, em 2008, lançou Esperanza, disco que alcançou o topo da parada de jazz contemporâneo da Billboard e tornou-se o álbum mais vendido do ano por um jovem artista do gênero. O reconhecimento veio logo em seguida quando recebeu do presidente Barack Obama um convite para se apresentar na Casa Branca e na cerimônia de premiação do Prêmio Nobel da Paz.  Esperanza canta em inglês, espanhol e português. A artista, que já declarou diversas vezes seu amor pela música brasileira, lançou em 2010 o disco “Chamber Music Society”, onde interpreta a canção Apple Blossom, com o cantor e compositor Milton Nascimento, com quem também fez show no Rock in Rio de 2011.

BRASIL – Além do inglês, Esperanza também canta em espanhol e português. A artista já declarou diversas vezes seu amor pela música brasileira. Ela já esteve no Brasil em 2006, onde fez apresentações acompanhada pelo pianista cubano Roberto Fonseca.  Em 2010 lançou o disco Chamber Music Society, onde interpreta a canção Apple Blossom, com o cantor e compositor Milton Nascimento, com quem também fez show com repertório baseado principalmente em música popular brasileira no Rock in Rio de 2011.

Foto home: EsperanzaSpalding PhotoByJohannSauty

SERVIÇO:

O quê: Esperanza Spalding – Série TCA 2013

Onde: Teatro Castro Alves  (Campo Grande, s nº)

Quando: 09 de junho, domingo, às 20h

INGRESSOS ESGOTADOS

Fonte: Maíra

 

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *