Pensando Música com Maestro Jorge Ramos

Por Maestro Jorge Ramos

Olá,

No Pensando Música de hoje, quero falar sobre o mercado de trabalho do músico negro, antes de tudo quero compartilhar o pensamento de um grande filósofo alemão , chamado Friedrich Nietzsche, que diz “ Se não fosse a música, a vida seria um erro”, notamos aí a importância que se dá a música, e verificamos no dia a dia, o pouco valor que se dá aos músicos.

Quando dizemos que somos músicos, vem sempre um interlocutor, com altíssima taxa de ignorância e pergunta , “ E vive de que?” É importante ressaltar que no mercado musical,em todos os setores, o trabalhador que menos é valorizado, é o músico, neste ponto de vista, a classe perde para os técnicos de som, para os artistas, para os vendedores de instrumentos musicais,para os donos de casa noturna e até para os garçons. É uma classe sempre vista como malandros, que fazem seus tratos com ardilosidade, e acima de tudo , não honram o estabelecido. Não posso deixar passar que em muito os culpados são os próprios.

E o que me deixa perplexo, é que com toda a dificuldade proposta aos músicos, ainda tem espaço para discriminar os músicos afrodescendentes, onde muitas vezes , recebem como pagamento por seu trabalho,uma caixa de cerveja, como se com a caixa de cerveja, fosse pagar seu aluguel, sua conta de luz, ou até mesmo trocar as cordas de seus instrumentos, mas, mais uma vez eu digo, só existe o explorador, porque, se deixam explorar, em muitas vezes estes músicos são provenientes de grupos de pagode, que já se acostumaram com tanta humilhação e exploração de sua força de trabalho pela vida, que se acham no lucro o fato de estarem ganhando bebida alcoólica ao em vez de uma paga digna pelo seu trabalho, e o pior é que esta prática subfatura toda uma classe que estuda e trabalha duro para por o músico brasileiro, no status de estar entre os melhores do mundo.

Se você sonha em ser músico, capacite-se, invista e de valor ao seu esforço, não importando o gênero de expressão que resolva trilhar, para que na hora de falar de sua profissão, possa falar com orgulho, afinal,a música é um dos dons enviados por Deus, para toda a humanidade, e o músico, nunca escolhe a música, e sim, é escolhido por ela, para ser o seu sublime arauto.

Abraços .

Navio Negreiro – novo CD de Jorge Ramos,

Informações:

Maestro Jorge Ramos

Tel 21 73768767

maestrojorgeramos@gmail.com

http://maestrojorgeramos.wix.com/mjr

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *