Fraga “homenageia” os negros.

Por Redação Kultafro,

Cabelo de Bombril

Como é de praxe nos desfiles de Ronaldo Fraga, tanto as roupas quanto a beleza sempre fogem do convencional. No desfile desta terça-feira, 19, em que o estilista mostra a coleção para o verão 2014 na SPFW, não foi diferente: o que se viu foram modelos com perucas no estilo “bombril” e unhas sem esmalte

.526796_505762822793824_275355125_n

“Fiz 300 mil testes para chegar ao conceito desta beleza e só cheguei a este resultado no último domingo. É uma homenagem aos negros que começaram a jogar futebol entre 1930 e 1950, quando esse esporte ainda era de elite. O tema do desfile do Ronaldo é o futebol e a beleza é a minha homenagem aos negros”, diz Marcos Costa, cabeleireiro e maquiador que assina a beleza do desfile. “A palha de aço mostra que o suposto cabelo ruim é na verdade uma escultura em potencial”, conta.

Trecho retirado do site www.boainformacao.com.br

Opinião

Elissandra Flávia

Essa não foi uma maneira feliz de homenagear os negros. Na minha infância, sofri muito por ser chamada de cabelo de Bombril. Essa intolerância quanto ao cabelo crespo fez muitas de nós crianças negras na época, não aceitar as nossas origens porque esse tipo de cabelo, era tido como muito ruim, inaceitável pela sociedade.

Hoje muitas de nós adultas, temos imensa dificuldade em aceitar o nosso cabelo como ele é. Eu particularmente venci esse problema e hoje sou como uma camaleoa, gosto de ousar, uso todos os tipos de cabelo possíveis, muitas não conseguiram se livrar dessa obsessão pelo cabelo liso. Uma vez a professora me disse que eu não poderia participar de uma apresentação porque meu cabelo era duro e não balançava, eu fui pra casa e coloquei uma toalha na cabeça e ficava balançando como se fosse um cabelo liso. Tenso né!!

Você pode usar os seus cabelos da maneira como quiser, crespo, liso, anelado, vermelho, azul …mas, se algum dia deixar de sair porque não escovou os cabelos, hummm , terapia amiga ta na hora de vencer esse tormento.

Se eu for numerar o que passei na escola por ser negra e de cabelo de Bombril … melhor esquecer.

Finalizo deixando um recado pra você que convive com crianças de cabelo crespo:

“ Precisamos fazer essas crianças entenderem que o cabelo crespo tem muitas possibilidades, e que ela não precisa deixar de sair de casa por causa do cabelo( isso acontecia com frequência na minha adolescência) ela precisa entender que não precisa ser escrava do seu próprio cabelo. E vocês pais, tios professores podem contribuir com essa mudança de pensamento. Muitas crianças passam por um verdadeiro tormento quando suas mães penteiam seus cabelos, as falas são sempre as mesmas( esse cabelo duro, cabelo ruim, puxou seu pai, vou cortar esse cabelo ruim … ) . Chega né gente…

Quanto a homenagem fica a dica:

contrate mais modelos negros(as) para desfilar isso sim seria uma homenagem.

Fonte

http://racamodels.com.br/?p=220

Comments: 3

  • Pedro Neto março 23, 2013

    Infeliz e racista. O racismo de Ronaldo e seu “estilista dos cabelos” é tão arraigado que eles nem sabem que são.

    Parafraseando Fanon: “O intermediário não alivia a opressão, não disfarça a dominação. Ele as expõe, ele as manifesta com a consciência tranquila das forças da ordem.”

    Sugiro que em próxima criação de sua arte ele faça, minimamente uma pesquisa sobre o que representa os cabelos para os negros e negras. No mínimo!

    Reply
  • Adriana Barbosa março 24, 2013

    Em compensação o desfile da Cavalera homenageando a Soul Train foi maravilhoso, com a particpação especial de diversos dançarinos e do Nelson Triunfo que ajudou a consolidar a cultura da soul music no Brasil. Há 15 dias atrás recebi a ligação do Turco (Alberto Hiar ) dono da Cavalera solicitando a indicação de pessoas para participar desse projeto. Quando vi o resultado final fiquei feliz, pq deixou os negros ser o que são sem os velhos esteriótipos.
    Parabéns a Cavalera, por consultar nós negros.

    Reply
  • Redação kultafro
    Redação kultafro março 25, 2013

    Modelos negras usam bombril como tecido em desfile protesto na av. Paulista.Modelos negras desfilaram nesta segunda-feira (25), na Avenida Paulista, em São Paulo, em protesto contra o estilista Ronaldo Fraga, que na semana passada, usou perucas e apliques de palha de aço na cabeça de modelos em desfile na São Paulo Fashion Week.

    Nesta segunda, durante o protesto, as modelos desfilaram na calçada da Avenida Paulista. O evento foi organizado pela agência HDA models, uma das primeiras agências segmentadas para modelos negros.

    Elas usaram a palha de aço como tecido para as roupas e na cabeça, usaram turbantes coloridos, aliás vale lembrar os turbantes roubarão várias cenas nos desfiles desta temporada! O grupo contesta as perucas idealizadas por Fraga em parceria com o maquiador Marcos Costa. Elas se tornaram alvo de um debate sobre racismo, que ganhou dimensão nas redes sociais. Em entrevista na ocasião, Fraga disse que sua proposta não foi entendida.

    Reply

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *