Espelho e Pé na África, negros e mídia

Por Luiz Paulo Lima

Os anos 90 ficaram  marcados e  tornaram-se  a partir daí,  recorrentes as pressões  políticas dos movimentos sociais negros pela presença do segmento na mídia. O jornalista, sociólogo Muniz Sodré, baiano de São Gonçalo dos Campos, traduziu muito bem aquele referido período, “o negro diante da TV é como vampiro diante do espelho, olha e não se vê, quando se vê não se identifica”.
Já nos anos  2000 outro personagem da vida contemporânea, o mineiro da cidade de Naruque Joelzito Araújo, doutor em comunicações e  cineasta, escreveu até o momento a mais importante publicação reunindo documentos históricos, mostrando em detalhes  de como o “Brasil enxerga o Brasil” frente da mídia televisiva.
A tese “A Negação do Brasil”, de Araújo tornou-se u m retrato cirúrgico, identificando os meandros desta construção intencional e institucional comandados pelo poder dos concessionários de canais de Tvs, onde através das ausências e presenças fortalecem a ideia de um Brasil  “eugênico” , “eurocêntrico”, voltado para a vida da “Casa grande”.
Aos poucos, sinais da mudança ocorrem, não por acaso, e precisamos visibilizar essas conquistas. Duas plataformas de canais de Tvs, uma a cabo e outra na Web tomaram frente e veiculam dois programas segmentados, tratando em seus conteúdos as diferentes marcas civilizatórias das culturas africanas presentes na vida brasileira e vice versa. Ambas justificando com essas iniciativas alguns aspectos como estratégicos comerciais  e outros  como necessidade histórica.

É singular ressaltar a força da imagem pública e cidadã dos protagonistas Lázaro Ramos e Bukassa Kabenguelê  nessas conquistas.  Dois artistas reconhecidamente talentosos, que encontraram um equilíbrio para tratar  as escolhas entre os  mundos  ficcional  e a vida real. Comprometidos em explorar os limites entre essas fronteiras, desconstruindo o “mito da democracia racial” para dar lugar a inclusão do  povo negro como parte pró-ativa na construção da vida  democrática, histórica e humana brasileira.

Os programas “Espelho” e “Pé na África” , representam um avanço enquanto conteúdo e forma comunicacional. Começam o ano de 2013 com novos formatos, roteiros mais arrojados e fortalecendo as  audiências nas Redes Sociais. O programa “Espelho” projeto concebido pelo Lázaro Ramos passa a agregar nesse novo momento a contribuição do Joelzito Araújo como o novo diretor .
Vale a pena conferir!!!

Serviços:
Programa: “Pé na África”
Apresentação: Bukassa Kabenguelê
Veículo: TV Mundi www.tvmundi.com.br
Exibição:
Terça-feira – 11hs | Terça-feira – 17hs | Terça-feira – 23hs | Quinta-feira – 07hs | Quinta-feira – 13hs | Quinta-feira – 19hs | Sexta-feira – 06hs | Sexta-feira – 12hs | Sexta-feira – 18hs | Sábado – 07hs | Sábado – 13hs | Sábado – 19hs | Quarta-feira – 05hs | Sábado – 00hs | Sexta-feira – 01hs | Domingo – 01hs |

Programa:”Espelhos”
Apresentação: Lázaro Ramos
Veículo: Canal Brasil
Exibição: Segundas-feiras ás 21:30hs

Luiz Paulo Lima

Luiz Paulo Lima

Jornalista, BK4 Comunicações

Comments: 1

  • Bukassa Perfil II março 20, 2013

    Bukassa Perfil II Esta muito boom o site da Kultafro, gostoso de passear, cheio de informações,, rico…e parabéns Luiz pelas suas matérias!

    Reply

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *