Invenção, Inovação é coisa de negro, também!!

Por Luiz Paulo Lima

 Na semana do “Campos Party” na cidade de São Paulo, o maior evento de inovação, internet e entretenimento eletrônico em rede no mundo, a cidade também recebe a confirmação do lançamento do livro “Negros e negras inventores cientistas e pioneiros” de Carlos Machado.

Deu vermelho pare! Deu verde siga em frente, talvez essa associação simbólica universal passe desapercebida a sua autoria. Agora imaginem noticiarmos que o seu autor seja Garret Augustus Morgan (1877-1963), um negro que nasceu na cidade de Paris, estado de Kentucky nos Estados Unidos, onde desenvolveu inúmeros inventos entre os quais a mascara de gás e o semáforo, equipamentos que marcam a vida de quem vive em todos os grandes centros e metrópoles.

Carlos, professor e mestre em História formado pela Universidade São Paulo, apresenta o primeiro livro brasileiro a tratar da presença da população negra nas áreas da ciência, tecnologia e inovação. O grande público vai conhecer as contribuições de muitos afrodescendentes desde o início da humanidade até o século XIX.

São 393 páginas muito bem elaboradas, trazendo á luz do conhecimento público, respostas às inquietações do autor e consequentemente de muitos brasileiros interessados em saber quem?os porquês? e principalmente desmistificar preconceitos, sinalizar para o entendimento de que na diversidade de experiências científicas e de inovação, os negros e negras do mundo tiveram papéis decisivos no progresso material, imaterial e cultural da humanidade.
O real do sonho que se materializa com os conteúdos inseridos no livro, desafia as compreensões simplistas e aponta para o compartilhamento de saberes, apresenta o que é diverso sem deixar de ser uno, e realça não só o realizado mas principalmente o que poderá vir a ser.
Como destaca o autor, “ temos mentes curiosas com vontade de inovar, e criar o novo”. Continua afirmando, “ o meu propósito é que com esses exemplos, sejamos desafiados a sonhar e com esses desejos nos eleve aos níveis de competência e criatividade dos países mais desenvolvidos”.
As políticas públicas para a educação ganham com essa publicação, por um lado como material didático de excelência, que servirá para cumprir as conquistas e metas sinalizadas pelos movimentos sociais negros no que se refere a aplicação da Lei 10639\03, que estabelece diretrizes e bases da educação nacional, incluindo no currículo oficial da rede de ensino obrigatoriedade da temática “História da África e dos Afrodescendentes.
Por outro lado ganha-se no reconhecimento e ressignificação das diversas contribuições históricas e civilizatórias dessas, em relação às outras populações. Portanto esse trabalho chega como valor agregado aos programas de ensino público e privado, alimenta os acervos das bibliotecas e traz elementos para informação e formação de leitores e diferentes públicos.

Detalhes do livro

Autor: Carlos Eduardo Dias Machado\ Professor Mestre em História
Título: Negras e Negros Inventores, Cientistas e Pioneiros – Contribuições para o desenvolvimento da humanidade
Páginas: 393
Editora: EDUEL (editora da Universidade de Londrina, em parceria com a Uniafro do Ministério da Educação.
Lançamento: Dia 23 de março no Centro de Estudos Afro-asiáticos na Universidade Estadual de Londrina.
Para saber mais visitem o meu blog: http://leiaoestatutodaigualdaderacial.blogspot.com.br/2013/01/negras-e-negros-inventores-cientistas-e.html

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *