Kultafro recomenda o livro “Mulheres Negras na Primeira Pessoa”

O livro “Mulheres Negras na Primeira Pessoa”

 Por Leno F. Silva

Organizado por Jurema Werneck, Nilza Iraci e Simone Cruz, o livro “Mulheres
Negras na Primeira Pessoa” é uma iniciativa da Articulação de Organizações
de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB)*, que contou com apoio da Fundação
Ford.

Redes Editora/divulgação

A obra está inserida no âmbito das ações desenvolvidas no projeto “Construindo
a Equidade: Monitoramento de Políticas Públicas para a Superação das
Desigualdades de Gênero e Raça para as Mulheres Negras”. Ao propor
uma publicação com histórias de vida de mulheres negras, a AMNB objetiva
possibilitar a livre expressão de diferentes mulheres negras – das cinco regiões
do país – e demonstrar como nossa luta política se expressa na vida cotidiana
dessas mulheres, pertencentes a diferentes estratos sociais, com variados
níveis de escolaridade e faixas etárias.

O conhecimento da vida dessas mulheres negras nos possibilita aprofundar
a reflexão sobre a (des)construção de estereótipos racistas e sexistas, ainda
presentes na sociedade brasileira. As lições oferecidas pelas mulheres negras
brasileiras mostram a grandeza do respeito e do acolhimento ao outro. A
circularidade da família negra, comandada muitas vezes pelas mulheres,
apresenta uma estrutura familiar mais ampla, difícil de se amoldar a sistemas
mais individualistas.

Conhecer as vivências dessas mulheres dos diferentes quadrantes do país
é abrir-se para o novo. Significa colocar-se à disposição para ter acesso
a histórias de resistência magistral, de sabedoria infinita, de solidariedade
incondicional e, sobretudo, de acolhimento fraterno a todas as pessoas, sem
fazer distinção à forma como se dá o laço afetivo, seja pelo sangue que corre
nas veias, seja pelo chamado solidário.

* A Articulação de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB) é composta por
vinte e oito entidades, distribuídas por todo o território brasileiro. Tem como
missão institucional promover a ação política articulada de organizações não
governamentais de mulheres negras brasileiras, realizando enfrentamento ao
racismo, ao sexismo, à opressão de classe, à lesbofobia e a todas as formas de

discriminação, a fim de contribuir para a transformação das relações de poder
existentes no Brasil.

Serivço:
Mulheres Negras na Primeira Pessoa, Redes Editora, 2012, 144 páginas
Organizado por: Jurema Werneck, Nilza Iraci e Simone Cruz
Iniciativa: Articulação de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB)
Apoio: Fundação Ford
Distribuição: gratuita. Para solicitar a obra, enviar pedido para
simone_acmun@yahoo.com.br.

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *