Barack Obama derrotou Romney e se torna pela segunda vez presidente de todos os americanos

“América avança” foi com esse novo slogan que Barack Obama derrotou Romney, e se torna pela segunda vez presidente de todos os americanos.

 

Por Luiz Paulo Lima

 

Barack Obama - Divulgação

 

Foi com esta frase que o democrata Barack Obama comemorou a vitória sobre o republicano Rommney: “ sempre acreditei que esperança é aquela coisa teimosa que nos faz melhorar. Estou mais inspirado que nunca”.

Uma eleição disputadíssima, onde mais uma vez os estados de Ohio e Pensilvânia foram decisivos, ampliando a vantagem para 303 votos no colégio eleitoral. Eram necessários 270 votos para confirmar a vitória.

Mais uma vez o mundo ficou acordado. Passavam um pouco mais das 2h, horário brasileiro, as grandes redes de televisão já noticiavam a vitória de Barack Obama, mais apertada na verdade do que foi em 2008.

O 45º inquilino da Casa Branca, usa as redes sociais Twiter,Facebook, para agradecer: ”isso aconteceu por vossa causa, obrigado!!”. Continua o presidente: “estamos nisto juntos. Foi assim que fizemos a campanha e é isso que nós somos. Obrigado – bo”, disse ainda no Twitter.

Segundo a agência (Reuters), os aliados do presidente, dizem que a vitória lhe dará um mandato focado para um grande acordo que buscou nos primeiros quatro anos de governo. Tal pacto em tese levantaria novos recursos financeiros que seriam aplicados nos programas sociais como o Medicare (saúde) programas para os idosos e a redução do déficit federal.

Isso significa, aumentos de impostos, cortes de despesas já para os primeiros dias de janeiro de 2013.

Os acordos pretendidos entre democratas e republicanos, embora com um congresso dividido, tem como objetivo a recuperação econômica, investimento na formação profissional, o desemprego que já atinge 7,2%, na infra-estrutura dos transportes, telecomunicações e inovação tecnológica.

No plano internacional, a retirada por completo das tropas americanas do Afeganistão, até 2014. Nas relações internacionais, o Brasil pode se tornar um parceiro mais efetivo do ponto de vista econômico, estratégico e de interesses comuns.

Aspectos que sinalizam nesta direção, além das fusões recentes de grandes grupos econômicos no setor de comercialização de etanol, são as políticas de “imigração” em curso, onde o Presidente Obama apontou para leis mais abrangentes voltadas para a comunidade latina, que representa 16% do eleitorado norte-americano.

O Consulado americano em São Paulo realizou uma eleição simulada com um cardápio gastronômico original, “churrasco”, ou melhor hambúrguer assado na grelha, para a comunidade americana no país e convidados brasileiros. Embora não tenha sido revelado a diferença entre os candidatos, Obama venceu segundo alguns assessores com uma diferença significativa.

Luiz Paulo Lima

Luiz Paulo Lima

Jornalista, BK4 Comunicações

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *