Membros · Instituto Feira Preta

Um levantamento feito pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) apontou que, em 2008, pela primeira vez, mais da metade da população brasileira – 50,6%

Foto: CCE_SP/AECID - Divulgação

Foto: CCE_SP/AECID – Divulgação

dos habitantes, ante 50% em 2007 – se declarou parda ou negra. Isso significa um mercado extremamente promissor do ponto de vista econômico, mas ainda pouco aproveitado em seu potencial, Pensando em fortalecer esse mercado cada dia mais competitivo foi criado o Instituto Feira Preta.

O Instituto Feira Preta é uma organização social sem fins lucrativos que atua fortemente na promoção e no desenvolvimento sociocultural da comunidade negra e do empreendedorismo afro brasileiro em nível nacional. Há nove anos, o Instituto é guiado pela visão de tornar o mercado afro um novo modelo econômico de desenvolvimento para a
população afro-brasileira. Para isso, tem desenvolvido um conjunto de iniciativas colaborativas, coletivas e inclusivas com o firme propósito de reforçar a identidade afro-brasileira e estimular o empreendedorismo étnico na economia nacional.

Foto: CCE_SP/AECID - Divulgação

Foto: CCE_SP/AECID – Divulgação

As principais iniciativas desenvolvidas pelo Instituto são:
· Feira Preta
· Pílulas de Cultura
· Preta Qualifica
· Preta in Festival
· Marca Feira Preta

Feira Preta: O maior encontro de cultura negra da América Latina; une cultura e comércio de produtos étnicos em uma grande celebração que encerra o mês da consciência negra desde 2002.

A Feira é realizada anualmente, com o forte objetivo de difundir costumes e tradições da cultura negra e fomentar negócios de empreendedores da comunidade negra. Em dez edições do evento, a Feira Preta já reuniu 400 artistas, 500 expositores, mais de R$ 3 milhões de circulação monetária e 100 mil visitantes.

Em 2012 foi implementado a expansão da Feira Preta a partir da Franquia Social, replicação ddo modo d efazer da Feira Preta em outros estados a partir do ativo local da comunidade. Brasilia foi primeiro estado a receber a Franquia Social Feira Preta em julho 2012. Em abril de 2013 ocorrerá em Porto Alegre.

Pílula de Cultura:Ações de cultura negra, realizadas mensalmente ao longo do ano. Desde 2008 as Pílulas de Cultura ocorre em diversos locais de expressão da região metropolitana de São Paulo. A Pílula de Cultura Feira Preta, surgiu a partir do evento Feira Preta,e apresenta uma proposta criativa e engajada com o seguinte questionamento “Qual o espaço da cultura Afro-Brasileira hoje?”.

O intuito do projeto é levar manifestações artísticas, voltadas para a cultura negra contemporânea que normalmente não estão presentes nos grandes circuitos culturais e ao mesmo tempo provocar uma reflexão sobre o espaço que a cultura negra tem ocupado na sociedade brasileira. O expositor da Feira Preta também pode levar seus produtos para comercialização.

Preta In Festival:Festival realizado desde 2004 em São Paulo, com o propósito de incentivar artistas solos, grupos e bandas a se lançarem em um dos eventos de mais alta visibilidade da cultura negra do Brasil. Este encontro acontece dentro do evento mensal Pílulas de Cultura. Um dos objetivos é encontrar novos talentos para integrar o corpo de
artistas da Feira Preta.

Preta Qualifica: Em parceria com o SEBRAE e a empresa Brant Associados o programa Preta Qualifica proporciona aos artistas, artesãos e micro-empresários a capacitação técnica e gerencial voltada para atender as exigências do mercado, de forma a potencializar sua capacidade de geração de renda permitindo que o empreendedor e o artista desenvolvam uma gestão mais sustentável do seu negócio.

Gestão Empreendedora – abordando tópicos como legalização de empresa, fluxo de caixa e marketing.

Curso de Negócios Culturais Sustentáveis: – capacitações de como elaborar e enquadrar projetos nas leis de fomento á cultura além de elaboração de orçamento e prestação de contas; para artistas negros e produtores culturais que trabalham com temática afro-brasileira.

Marca Feira Preta: A Feira Preta representa, por toda a sua trajetória de superação e desenvolvimento, um estilo próprio, contemporânea e que respeita identidades. Esse estilo faz a cabeça e o corpo de muita gente.
Em parceria com a estilista Bruna Battys, a marca de roupas Feira Preta ® foi criada em 2010 e homenageia o continente africano, valorizando as cores vibrantes, os adornos e linhas da cultura negra contemporânea original dos guetos urbanos.

Toda a renda obtida com as vendas da marca é revertida para o desenvolvimento dos projetos do Instituto Feira Preta.

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *