Membros · Fêniks

Fenix nasceu há 30 anos em Porto Alegre, e desenvolveu parte de sua musicalidade lá. Com a construção familiar musical, através de seu pai e irmão, aos 15 anos iniciou em rodas de samba amador cantando e tocando pandeiro, instrumento que tinha paixão. Anos depois iniciava com as rimas e batidas fortes do rap. Aos 22 anos, foi convidada por instituições a realizar trabalhos sócio-culturais no Rio de Janeiro. No Rio de Janeiro, desempenhou força musical, dividindo o palco e músicas com o sambista Ytallo Bezerra. A partir dai, criou seu cenário em São Paulo, realizando diversas participações em show, apresentações e desenvolvendo projetos sempre pensando no crescimento do hip hop no mercado musical.

Divulgação - Fotos: Nina Fideles - Casa das Caldeiras

Divulgação – Fotos: Nina Fideles – Casa das Caldeiras

Feniks apresenta espetáculo divulgando seu primeiro trabalho solo, como um pré-lançamento que funde rap, gênero de origem, com samba, soul, afrorap e reggae. É como uma sala de estar de experimentações e canções permeadas por diversas influências da artista. Feniks, nascida em Porto Alegre, e que já morou no Rio de Janeiro e agora em São Paulo, ultrapassa as fronteiras unindo toda a carga da diversidade cultural no palco.
Cada música tem sua própria identidade e construção, sem seguir regra, como um trem descarrilado. Juntamente com batidas graves e magia do samba-rock faz canções como “Seu Jorge Falou” lembrarem experimentos com a diversidade musical brasileira. Com a participação de Johnny MC (PosseMente Zulu), remonta o rap e sua malandragem. Em “Só a Gente Sabe”, batidas do soul com toques do reggae constroem a cama para a voz de Fenix, que sem regra, passeia entre o canto e as rimas. São diversas histórias, que conseguem captar a essência de cada ouvinte. A produção é de E-Beilli e as músicas foram gravadas e mixadas no estúdio Tonelada.

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *